Menu
Qui Quae Quod

Fechar Responsabilidade Social Corporativa

Fechar ARTIGOS DE OPINIÃO

Fechar Multiculturalismo

Fechar ARTIGOS DE FUNDO

Fechar ARTIGOS DE FUNDO II

Fechar ARTIGOS DE FUNDO III

Fechar TENDÊNCIAS 21

Fechar CIBERDIREITOS

Fechar No gesto da procura

Fechar Os erros do ditado

Fechar Para ler e deitar fora

Fechar O canto dos prosadores

Fechar UTILITÁRIOS

Fechar Apresentações

Fechar CANCIONEIRO de Castelões

Fechar Coisas e loisas da língua portuguesa

Fechar DIVULGAÇÃO DE LIVROS

Fechar Delitos Informáticos

Fechar Encontros

Fechar JURISPRUDÊNCIA

Fechar Livros Maravilhosos

Fechar MANUAL DE REQUERIMENTOS

Fechar NeoFronteras

Fechar O canto dos poetas

Fechar Vinho do Porto

Fechar Workshops

Pesquisar



O Tempo

news_artigo.gifARTIGOS DE FUNDO III - Alimentos afrodisíacos naturais
Este artigo está disponível no formato standard RSS:
https://jurispro.net/doc/data/artpt.xml

Embora a ciência ainda não tenha demonstrado a ligação directa de certos alimentos no estímulo passional, a realidade é que muitas pessoas em todo o mundo fazem uso de certos alimentos para estimular o apetite sexual.

Embora existam muitas lendas sobre se são ou não afrodisíacos, o certo é que existem numerosos estudos sobre as propriedades nutritivas e estimulantes de certos alimentos que os convertem em poções e manjares exóticos capazes de aumentar o desejo.

Eis os alimentos naturais mais afrodisíacos segundo alguns destes estudos:
 

Mel - contém muito boro, um mineral que ajuda a metabolizar o estrogénio, a hormona sexual feminina. Estudos também afirmam que aumenta os níveis de testosterona no sangue, hormona responsável pelo desejo sexual, além de conter vitamina B requerida pela testosterona. 


Ostras
- com alto conteúdo em zinco que ajuda na produção de esperma e aumenta a líbido. 
 


Banana - contém muito potássio, magnésio e vitamina B e outros elementos que aumenta a líbido masculina.
 
Alho - composto de alicina que aumenta o fluxo sanguíneo e facilita a circulação, o que ajudará com as erecções.


Figos
- são uma fruta considerada como o mais antigo afrodisíaco. Aparece na Bíblia (a folha que cobre as "partes" de Adão e Eva) e mencionada como a fruta favorita de Cleópatra. Os gregos também a associavam com o amor e a fertilidade.
 


Espargos - contêm potássio, fibra, vitamina B6, vitaminas A e C, tiamina e ácido fólico. Favorecem a produção de histamina, necessária para atingir o orgasmo em ambos os sexos.
 
Chocolate - um alimento que potencia o cérebro, contém anandamida, o composto psicoactivo do bem-estar, pentilamina, o “composto do amor” e está relacionado com o estado de excitação, atracção e euforia. O cacau também contém triptófano, um componente do neurotransmisor serotonina, que facilita o sentido de bem-estar e o relaxamento.
Manjericão - uma erva que tem muitas feições benéficas para o corpo, além de se pensar que o seu aroma é afrodisíaco ou estimulante.
 

Amêndoas - representam a fertilidade, o seu cheiro representa a paixão nas mulheres segundo os poetas. Contêm altas quantidades de vitamina E, magnésio e fibra.
 


Abacate - rico em ácido fólico, vitamina B6 e potássio, melhorando o sistema imunitário.




Tradução JURIS - Artigo original

Criado em: 30/10/2011 • 16:50
Actualizado em: 30/10/2011 • 18:14
Categoria : ARTIGOS DE FUNDO III


Imprimir Imprimir

Comentários

Ainda ninguém comentou.
Seja o primeiro!

Data Venia

Data Venia - Revista Jurídica Digital

SOS Virus

Computador lento?
Suspeita de vírus?

Fora com eles!
 
AdwCleaner
tira teimas!
--Windows--

Já deu uma vista de olhos pelas gordas de hoje?
 
diarios_nacionais.png


PREFERÊNCIAS

Voltar a ligar
---

Nome

Password



  Que a tua sabedoria não seja uma humilhação para o teu próximo  Omar Khayyam
^ Topo ^