Menu
Qui Quae Quod

Fechar Responsabilidade Social Corporativa

Fechar ARTIGOS DE OPINIÃO

Fechar Multiculturalismo

Fechar ARTIGOS DE FUNDO

Fechar ARTIGOS DE FUNDO II

Fechar ARTIGOS DE FUNDO III

Fechar TENDÊNCIAS 21

Fechar CIBERDIREITOS

Fechar No gesto da procura

Fechar Os erros do ditado

Fechar Para ler e deitar fora

Fechar O canto dos prosadores

Fechar UTILITÁRIOS

Fechar Apresentações

Fechar CANCIONEIRO de Castelões

Fechar Coisas e loisas da língua portuguesa

Fechar DIVULGAÇÃO DE LIVROS

Fechar Delitos Informáticos

Fechar Encontros

Fechar JURISPRUDÊNCIA

Fechar Livros Maravilhosos

Fechar MANUAL DE REQUERIMENTOS

Fechar NeoFronteras

Fechar O canto dos poetas

Fechar Vinho do Porto

Fechar Workshops

Pesquisar



Visitas

   visitantes

   visitante online

SOS Virus

Computador lento?
Suspeita de vírus?
Fora com eles!
AdwCleaner

tira teimas!
--Windows--

Já deu uma vista de olhos pelas gordas de hoje?


Desde 2004
Curiosidades


news_div.gifA lenda da fonte de Borba | 05/06/2013 • 21:33


castelo_borba.jpg
Mandado edificar pelo rei D. Dinis, o castelo de Borba foi uma importante praça-forte do reino pois era a única defesa antes de Estremoz e sobretudo de Vila Viçosa.

Sabe-se que, aquando do cerco que os espanhóis fizeram a Borba, o alcaide-mor resistiu heroicamente mas quando Borba finalmente caiu o alcaide foi enforcado.

Ora nas muralhas do castelo diz-se que se encontra um gravado, o gravado do Barbo, e que remete para uma lenda sobre o nome de Borba.

Borba virá do termo celta "borba" que significa nascente de águas termais. Diz-se que há muitos, muitos anos um agricultor que vinha cheio de sede foi beber água à fonte e qual não foi o espanto quando viu surgir com as águas dois pequenos peixes muito comuns na região: dois barbos.

A história correu mundo e ao local da fonte começou a chamar-se lugar dos barbos e mais tarde Borba.

Do programa Histórias Assim Mesmo, Antena1
Enviar um comentário 

news_div.gifComo pesquisar o Tempo no Google | 05/06/2013 • 11:25

Para se saber o tempo em qualquer local de forma imediata:
1) Escrever a palavra Tempo
2) Indicar a localidade

Tempo
Enviar um comentário 

Conta-se, ó afortunado rei, que nos antigos anais dos sábios vivia na cidade do Cairo um camarada de aparência idiota que ocultava disfarçadamente uma fonte inesgotável de sagacidade e saber. Era o mais divertido, o mais instruído e o mais irónico homem do seu tempo. Chamava-se Goha. Não tinha profissão e substituía de vez em quando o pregador nas mesquitas.

Um amigo bateu à porta de Goha dizendo: - Em nome da amizade, ó Goha, empresta-me o teu burro, pois preciso fazer uma viagem urgente.

Goha, que não confiava no homem, respondeu: - Atenderia com prazer o teu pedido. Infelizmente, já vendi o meu burro.

Neste momento, o burro pôs-se a zurrar, zurrar...

O amigo gritou: - Mas o teu burro está aqui!

Numa voz que simulava profunda ofensa, Goha replicou: - Se confias mais na palavra de um burro do que na de um sábio, és um tolo e não quero ver mais a tua cara.

(D'As Mil e Uma Noites)

Enviar um comentário 

news_div_antes_natal.gifPapoilas à beira mar | cp 03/06/2013 • 07:03

Enviar um comentário 

news_div_antes_natal.gifAcrojou, "The Wheel House" | cp 02/06/2013 • 07:59

Enviar um comentário 

news_div_antes_natal.gif "Ser criança” é... | cp 01/06/2013 • 07:46


Hoje celebra-se o Dia da Criança em Portugal. Proposto, em 1950 em Moscovo pela Federação Democrática Internacional das Mulheres, o dia nasceu oficialmente a 20 de Novembro de 1959 com a aprovação da “Declaração dos Direitos da Criança” para que todos os países do mundo passassem a estar mais atentos aos direitos das crianças, sobretudo as vítimas de discriminação, de doenças, de fome e de maus-tratos. Ler mais em  Ionline
Enviar um comentário 

news_div_antes_natal.gifFoto de família... | cp 30/05/2013 • 07:23

Enviar um comentário 

InícioAnterior10 páginas anteriores [ 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 ] 10 páginas seguintesSeguinteFim

  Todas as generalizações são perigosas, incluindo esta  Alexandre Dumas
^ Topo ^