Menu
Qui Quae Quod

Fechar Responsabilidade Social Corporativa

Fechar ARTIGOS DE OPINIÃO

Fechar Justiça Restaurativa

Fechar Multiculturalismo

Fechar Dossier Europa

Fechar ARTIGOS DE FUNDO

Fechar ARTIGOS DE FUNDO II

Fechar ARTIGOS DE FUNDO III

Fechar TENDÊNCIAS 21

Fechar CIBERDIREITOS

Fechar No gesto da procura

Fechar Os erros do ditado

Fechar Para ler e deitar fora

Fechar O canto dos prosadores

Fechar UTILITÁRIOS

Fechar Apresentações

Fechar Barra JURIS

Fechar CANCIONEIRO de Castelões

Fechar Coisas e loisas da língua portuguesa

Fechar DIVULGAÇÃO DE LIVROS

Fechar Delitos Informáticos

Fechar Encontros

Fechar JURISPRUDÊNCIA

Fechar Livros Maravilhosos

Fechar MANUAL DE REQUERIMENTOS

Fechar NeoFronteras

Fechar Nova Lei das Rendas

Fechar O canto dos poetas

Fechar Vinho do Porto

Fechar Workshops

Relax
Pesquisar



Visitas

   visitantes

   visitantes online

PREFERÊNCIAS

Voltar a ligar
---

Nome

Password


SOS Virus

Computador lento?
Suspeita de vírus?
Fora com eles!
AdwCleaner

tira teimas!
--Windows--

Já deu uma vista de olhos pelas gordas de hoje?


Desde 2004
news_artigo.gifARTIGOS DE FUNDO II - Divulgadores da ciência

divulgar_ciencia.jpg

As grandes mudanças começam, muitas vezes, com pequenos incentivos. Num instituto de Pozoblanco (Córdova), um grupo de professores e alunos luta há vários anos por um objectivo admirável: acabar com o “analfabetismo em Ciências”. O propósito parece ambicioso, mas eles participam com o seu grão de areia com experiências e demonstrações que depois enviam para a net para que outros alunos possam aprender com eles.

O canal do Youtube (Departamento de Física e Química) tornou-se bastante popular e o protagonista dos vídeos é quase sempre Antonio J. Tamajón, professor de Física e Química do IES “Antonio Mª Calero” e coordenador do projecto. Nas gravações, o professor aparece junto dos alunos desafiando o seu entendimento com alguma surpreendente reacção e ensinando-os, de forma prática, como funciona a gravidade, a inércia ou a pressão hidrostática.

Projecto Divulgadores de Ciência 2008-2010 (Youtube, 4:20 min)

No grupo de trabalho há outros seis professores que conjugam esforços para ensinar ciência aos alunos de forma divertida. Os vídeos são gravados com uma câmara digital que ganharam num concurso e depois enviam-nos para o blog. Agora, como explicam no vídeo que publicaram há poucos dias, estão a realizar trabalhos sobre Stephen Hawking, Hipatia de Alexandria ou o desastre de Chernobil, entre outros temas.

“Qualquer professor sabe que para ensinar é preciso que o aluno queira aprender”, explica Antonio J. Tamajón. O método de Antonio consiste em criar um “conflito cognitivo”, isto é, “uma contradição entre o que o aluno pensa e o que vê”. “O processo natural é surpreender para motivar e ensinar. Apresentamos uma experiência simples; sobre ela perguntamos o que se vai passar; o aluno responde e, ao fazê-lo, acontece tudo ao contrário do que ele pensa. Neste momento de surpresa, o aluno criou tudo o que necessita para aprender”.

Como exemplo, eu gostaria que visseis esta simples explicação de como funciona o "efeito Venturi" e de como às vezes as coisas não acontecem como pensamos que vão acontecer:

Efeito Venturi. Fundamento Físico (Youtube, 2:32 min)

E se querem ficar fãs de Antonio, vejam esta demonstração de como interagem os ímãs com um material não ferromagnético, como o alumínio, e o curioso efeito que se produz ao tentar deslocá-lo por um plano inclinado. Abaixo está a apresentação do problema e, se houver curiosidade, pode ver aqui a solução.

Movimento surpreendente! (Youtube, 2:30 min)

Sobre os meios que dispõem, Antonio faz uma confissão reveladora: "tentamos tirar o máximo proveito dos meios com que contamos", diz. E acrescenta: "e não utilizamos a falta de meios como desculpa para não fazer nada".


Tradução Juris - Artigo original

Criado em: 04/05/2010 • 09:57
Actualizado em: 04/05/2010 • 12:43
Categoria : ARTIGOS DE FUNDO II


Imprimir Imprimir

Comentários

Ainda ninguém comentou.
Seja o primeiro!


  Um dicionário é todo o universo por ordem alfabética  Anatole France
^ Topo ^