Menu
Qui Quae Quod

Fechar Responsabilidade Social Corporativa

Fechar ARTIGOS DE OPINIÃO

Fechar Multiculturalismo

Fechar ARTIGOS DE FUNDO

Fechar ARTIGOS DE FUNDO II

Fechar ARTIGOS DE FUNDO III

Fechar TENDÊNCIAS 21

Fechar CIBERDIREITOS

Fechar No gesto da procura

Fechar Os erros do ditado

Fechar Para ler e deitar fora

Fechar O canto dos prosadores

Fechar UTILITÁRIOS

Fechar Apresentações

Fechar CANCIONEIRO de Castelões

Fechar Coisas e loisas da língua portuguesa

Fechar DIVULGAÇÃO DE LIVROS

Fechar Delitos Informáticos

Fechar Encontros

Fechar JURISPRUDÊNCIA

Fechar Livros Maravilhosos

Fechar MANUAL DE REQUERIMENTOS

Fechar NeoFronteras

Fechar O canto dos poetas

Fechar Vinho do Porto

Fechar Workshops

Pesquisar



Visitas

   visitantes

   visitante online

SOS Virus

Computador lento?
Suspeita de vírus?
Fora com eles!
AdwCleaner

tira teimas!
--Windows--

Já deu uma vista de olhos pelas gordas de hoje?


Desde 2004
Pesquisa JURISprudência

hera.pngPesquisa de TODA a jurisprudência nacional e comunitária (publicada na net),
incluindo o DRe
 
 
Ajuda

Um artigo ao acaso: ARTIGOS DE FUNDO - Técnicas de leitura rápida

"Um bom leitor não lê palavra a palavra, agrupa as palavras".

Esta é uma das primeiras pistas sugeridas por Maurice Guidici no manual 'Treino para uma leitura rápida e eficaz'. Ler com mais velocidade resulta melhor que ler lentamente.

Por trás desta teoria está a ideia que o "leitor rápido" é capaz de abranger mais palavras de uma vez, capta a informação de um texto de forma global, conseguindo desta forma ler ideias, não palavras, levando-o a uma compreensão mais eficaz daquilo que leu.

Ao contrário, o "leitor lento", ao ler as palavras uma a uma, esforça-se mais para enlaçar os significados e atingir, assim, uma ideia genérica do conteúdo da leitura.

Como afirma Maria Teresa Bofarull no seu livro Compreensão da leitura: o uso da língua como procedimento, "a velocidade de leitura não é adequada quando a sua lentidão faz com que se perca a lembrança das palavras que se acabam de ler, o que torna difícil dar sentido às frases e estabelecer relações entre elas".
A velocidade de leitura de cada um deve adaptar-se sempre ao tipo de texto e à finalidade da leitura
É claro que, quando se fala de leitura rápida, esta deve estar ligada à leitura compreensiva. Não serve de nada ser capaz de ler um texto depressa se depois não somos capazes de explicar o que lemos.

Por isso, a velocidade de leitura de cada um deve adaptar-se sempre ao tipo de texto e à finalidade da leitura. Isto é, não é o mesmo ler um texto complexo de um manual,...
Outras Notícias


JURIS

É com prazer que abrimos este novo espaço de divulgação e comunicação.

Depressa se constatará como ele representa uma nova forma de estar. Quebrando as regras tradicionais, este sítio é interactivo.

Não se limita a ser lido ou a ser mais um local onde podem descarregar-se conteúdos.

Cada informação, cada notícia, pode ter a marca da sua intervenção. Directa. Imediata. Sem recurso a email. À distância de um clique pode estar a sua palavra feita opinião, sugestão ou recomendação, sempre que o entender.

No momento seguinte ela fará parte da alma deste sítio. Transparente e livre como nasceu.

 Maio de 2004

 
 


 

 

 
 



  A mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original  Albert Einstein
^ Topo ^