Menu
Qui Quae Quod

Fechar Responsabilidade Social Corporativa

Fechar ARTIGOS DE OPINIÃO

Fechar Justiça Restaurativa

Fechar Multiculturalismo

Fechar Dossier Europa

Fechar ARTIGOS DE FUNDO

Fechar ARTIGOS DE FUNDO II

Fechar ARTIGOS DE FUNDO III

Fechar TENDÊNCIAS 21

Fechar CIBERDIREITOS

Fechar No gesto da procura

Fechar Os erros do ditado

Fechar Para ler e deitar fora

Fechar O canto dos prosadores

Fechar UTILITÁRIOS

Fechar Apresentações

Fechar Barra JURIS

Fechar CANCIONEIRO de Castelões

Fechar Coisas e loisas da língua portuguesa

Fechar DIVULGAÇÃO DE LIVROS

Fechar Delitos Informáticos

Fechar Encontros

Fechar JURISPRUDÊNCIA

Fechar Livros Maravilhosos

Fechar MANUAL DE REQUERIMENTOS

Fechar NeoFronteras

Fechar Nova Lei das Rendas

Fechar O canto dos poetas

Fechar Vinho do Porto

Fechar Workshops

Relax
Pesquisar



Visitas

   visitantes

   visitantes online

PREFERÊNCIAS

Voltar a ligar
---

Nome

Password


SOS Virus

Computador lento?
Suspeita de vírus?
Fora com eles!
AdwCleaner

tira teimas!
--Windows--

Já deu uma vista de olhos pelas gordas de hoje?


Desde 2004
Pesquisa Jurisprudência

hera.pngPesquisa de TODA a jurisprudência nacional e comunitária (publicada na net),
incluindo o DRe
 
 
Ajuda

Um artigo ao acaso: ARTIGOS DE FUNDO - Os professores deviam ganhar o dobro e trabalhar metade

No nosso país gerou-se um debate sobre a autoridade dos professores. Propôs-se até reforçar a sua figura por meio de leis. Acha que os docentes perderam autoridade?

Os professores em todo o mundo estão a perder a autoridade, mas isto não é possível atribuir às crianças ou adolescentes. Estas crianças e adolescentes padecem de uma nova síndrome, que se chama Síndrome do Pensamento Acelerado.

Transformaram-se em consumidores de produtos e serviços e não de ideias ou sensibilidade. No passado, o volume de informação duplicava a cada 200 anos, agora duplica a cada cinco anos. Esse excesso de informação conduz ao desenvolvimento de ansiedade, irritabilidade... e à falta de respeito das regras.

Mas uma lei não vai resolver o problema da autoridade. O que se tem que fazer é mudar a educação totalmente, com uma educação mais humanizada.

A autoridade deve marcar a relação professor-aluno?

Sim, mas a autoridade não imposta, a autoridade que promove a protecção da emoção, a liberdade criativa, a aventura intelectual.

A autoridade que controla é um problema, mas não há dúvida que os educadores e professores deveriam ser mais valorizados e respeitados pela sociedade. Na minha opinião, deveriam ganhar o dobro e trabalhar metade.

Os professores deveriam ser tratados com dignidade, ter mais liberdade, não para controlar, mas para estimular a arte de pensar, para provocar a inteligência, para que os jovens deixem de ser as vítimas da história para passar a ser os protagonistas da história.

Defende formar pessoas activas, não cidadãos passivos.

Sim, é que estamos a formar uma geração de pessoas passivas. As heranças negativas que vamos deixar são péssimas e além disso não estamos a formar uma geração de pensadores que possam dar respostas inteligentes a estas questões.

Nessa transformação, que relação se deveria estabelecer entre alunos e professores: respeito, distância, amizade...?

Uma combinação entre...
Outras Notícias


JURIS

É com prazer que abrimos este novo espaço de divulgação e comunicação.

Depressa se constatará como ele representa uma nova forma de estar. Quebrando as regras tradicionais, este sítio é interactivo.

Não se limita a ser lido ou a ser mais um local onde podem descarregar-se conteúdos.

Cada informação, cada notícia, pode ter a marca da sua intervenção. Directa. Imediata. Sem recurso a email. À distância de um clique pode estar a sua palavra feita opinião, sugestão ou recomendação, sempre que o entender.

No momento seguinte ela fará parte da alma deste sítio. Transparente e livre como nasceu.

 Maio de 2004

 
 


 

 

 
 



  O trabalho fascina-me... às vezes até fico parado a olhar para ele sem conseguir fazer nada  
^ Topo ^