Menu
Qui Quae Quod

Fechar Responsabilidade Social Corporativa

Fechar ARTIGOS DE OPINIÃO

Fechar Justiça Restaurativa

Fechar Multiculturalismo

Fechar Dossier Europa

Fechar ARTIGOS DE FUNDO

Fechar ARTIGOS DE FUNDO II

Fechar ARTIGOS DE FUNDO III

Fechar TENDÊNCIAS 21

Fechar CIBERDIREITOS

Fechar No gesto da procura

Fechar Os erros do ditado

Fechar Para ler e deitar fora

Fechar O canto dos prosadores

Fechar UTILITÁRIOS

Fechar Apresentações

Fechar Barra JURIS

Fechar CANCIONEIRO de Castelões

Fechar Coisas e loisas da língua portuguesa

Fechar DIVULGAÇÃO DE LIVROS

Fechar Delitos Informáticos

Fechar Encontros

Fechar JURISPRUDÊNCIA

Fechar Livros Maravilhosos

Fechar MANUAL DE REQUERIMENTOS

Fechar NeoFronteras

Fechar Nova Lei das Rendas

Fechar O canto dos poetas

Fechar Vinho do Porto

Fechar Workshops

Relax
Pesquisar



Visitas

   visitantes

   visitantes online

PREFERÊNCIAS

Voltar a ligar
---

Nome

Password


SOS Virus

Computador lento?
Suspeita de vírus?
Fora com eles!
AdwCleaner

tira teimas!
--Windows--

Já deu uma vista de olhos pelas gordas de hoje?


Desde 2004
Pesquisa Jurisprudência

hera.pngPesquisa de TODA a jurisprudência nacional e comunitária (publicada na net),
incluindo o DRe
 
 
Ajuda

Um artigo ao acaso: ARTIGOS DE FUNDO - Como fazer dieta sem angústias

Conhecer as diferentes fórmulas para diminuir o valor dos reforços dos alimentos pouco saudáveis é determinante para perder peso de maneira controlada ou, pelo menos, para não recuperar os quilos que se perderam.

Diversos estudos têm vindo a analisar as consequências de se comer o alimento preferido durante várias semanas consecutivas. Averiguam se este facto afecta o valor dos reforços, isto é, se se mantém, diminui ou aumenta a sua apetência.

É um aspecto relevante para o controlo do apetite e da ansiedade por comerem o que mais gostam - duas sensações conhecidas por algumas pessoas quando fazem uma dieta de emagrecimento.

Valor dos reforços

Para certas pessoas, as gulodices são tentação a que é difícil resistir. Comem-nas todos os dias. A outras, acontece o mesmo com um quadradinho de chocolate a seguir à refeição, numa espécie de ritual.

Há quem confesse não resistir às pevides, amendoins ou outros frutos secos e não se sentem satisfeitas se não os comem diariamente. Quando o que se come é em pequena quantidade, esta não tem grande importância.

O problema surge quando a ideia de não poder comer essas coisas sempre que se deseja gera ansiedade - estado que se repete normalmente depois de fazer uma dieta.

O segredo está em distinguir entre privação total e moderação no consumoColocar limites rígidos na ingestão dos alimentos mais desejados pode ser contraproducente, mesmo que não seja uma conduta igual para todas as pessoas que fazem dieta. O segredo está em distinguir entre privação total e moderação no consumo.

Os psicólogos advertem que a privação pode aumentar o valor dos reforços de um comportamento. Por analogia, a privação do alimento preferido é uma condição que pode aumentar o valor...
Outras Notícias


JURIS

É com prazer que abrimos este novo espaço de divulgação e comunicação.

Depressa se constatará como ele representa uma nova forma de estar. Quebrando as regras tradicionais, este sítio é interactivo.

Não se limita a ser lido ou a ser mais um local onde podem descarregar-se conteúdos.

Cada informação, cada notícia, pode ter a marca da sua intervenção. Directa. Imediata. Sem recurso a email. À distância de um clique pode estar a sua palavra feita opinião, sugestão ou recomendação, sempre que o entender.

No momento seguinte ela fará parte da alma deste sítio. Transparente e livre como nasceu.

 Maio de 2004

 
 


 

 

 
 



  Amar é saborear, nos braços de um ser querido, a quantidade de céu que Deus pôs na carne  Victor Hugo
^ Topo ^