Menu
Qui Quae Quod

Fechar Responsabilidade Social Corporativa

Fechar ARTIGOS DE OPINIÃO

Fechar Justiça Restaurativa

Fechar Multiculturalismo

Fechar Dossier Europa

Fechar ARTIGOS DE FUNDO

Fechar ARTIGOS DE FUNDO II

Fechar ARTIGOS DE FUNDO III

Fechar TENDÊNCIAS 21

Fechar CIBERDIREITOS

Fechar No gesto da procura

Fechar Os erros do ditado

Fechar Para ler e deitar fora

Fechar O canto dos prosadores

Fechar UTILITÁRIOS

Fechar Apresentações

Fechar Barra JURIS

Fechar CANCIONEIRO de Castelões

Fechar Coisas e loisas da língua portuguesa

Fechar DIVULGAÇÃO DE LIVROS

Fechar Delitos Informáticos

Fechar Encontros

Fechar JURISPRUDÊNCIA

Fechar Livros Maravilhosos

Fechar MANUAL DE REQUERIMENTOS

Fechar NeoFronteras

Fechar Nova Lei das Rendas

Fechar O canto dos poetas

Fechar Vinho do Porto

Fechar Workshops

Relax
Pesquisar



Visitas

   visitantes

   visitantes online

PREFERÊNCIAS

Voltar a ligar
---

Nome

Password


SOS Virus

Computador lento?
Suspeita de vírus?
Fora com eles!
AdwCleaner

tira teimas!
--Windows--

Já deu uma vista de olhos pelas gordas de hoje?


Desde 2004
Pesquisa JURISprudência

hera.pngPesquisa de TODA a jurisprudência nacional e comunitária (publicada na net),
incluindo o DRe
 
 
Ajuda

Um artigo ao acaso: ARTIGOS DE FUNDO - Como identificar um tecno lerdo

- Na internet, faz sempre um duplo clique nos links. Alguém lhe disse, lá pelos anos noventa, que para abrir qualquer coisa no computador devia fazer um duplo clique em cima e é assim sempre.

Com o que não contava é que a era da internet chegaria e que, ao dar um duplo clique num link, se abrem tantas janelas como os cliques dados.

- Lê qualquer mensagem que lhe aparece no computador do princípio ao fim, como se fosse a primeira vez na vida.

Todos sabemos que o computador nos pergunta mil vezes por dia coisas do tipo "Deseja guardar o arquivo?", "Se fechar, as mudanças que não tenham sido guardadas perder-se-ão", "Este arquivo poderá conter elementos não seguros"... eu sei lá, mil coisas que estamos fartos de ver e que aceitamos de maneira quase automática, ou não, mas em estilo pim-pam pim-pam.

Antes de pensar, já demos o clique. Ele não, ele lê cada mensagem com cuidado, medita sobre ela, põe lentamente o cursor sobre o OK, volta a lê-la para ver se perdeu algo e faz o mesmo que fazia há dez anos perante essa mesma mensagem: aceitar, ou não.

Se estamos ao seu lado nesse momento, tem a estranha mania de ler a mensagem em voz alta, como se o computador comunicasse com ele e ele fosse o escolhido para fazer de intérprete com o mundo.

- Não concebe espacialmente o monitor. Cada vez que tem de fechar uma janela, minimiza-a ou abre algo do ambiente de trabalho, divaga em várias direcções com o cursor do rato até que acha o mesmo botão, ícone ou cruzinha onde carrega várias vezes todos os dias e que está no mesmo lugar de sempre. É fascinante isto, como movimenta o cursor com ar de concentração.

- Não tem nenhum atalho no ambiente de trabalho ou tem tantos que não necessita de abrir o Explorador do Windows porque tem tudo ali, aqui sempre...
Outras Notícias


JURIS

É com prazer que abrimos este novo espaço de divulgação e comunicação.

Depressa se constatará como ele representa uma nova forma de estar. Quebrando as regras tradicionais, este sítio é interactivo.

Não se limita a ser lido ou a ser mais um local onde podem descarregar-se conteúdos.

Cada informação, cada notícia, pode ter a marca da sua intervenção. Directa. Imediata. Sem recurso a email. À distância de um clique pode estar a sua palavra feita opinião, sugestão ou recomendação, sempre que o entender.

No momento seguinte ela fará parte da alma deste sítio. Transparente e livre como nasceu.

 Maio de 2004

 
 


 

 

 
 



  Um dicionário é todo o universo por ordem alfabética  Anatole France
^ Topo ^